Millennials: como essa geração tem revolucionado o mercado on-line

Se você nasceu entre 1980 e 1999, você faz parte desse grupo, conhecido como millennials – ou também chamado de Geração Y. O boom da internet ocorreu justamente dentre esses mesmos anos, de forma que essa geração foi diretamente impactada por esse crescimento. Hoje existem hábitos de consumo e vendas, porque essa geração os criou. Esses hábitos estão em evidência agora, porque são essas pessoas que estão na idade e faixa etária que mais realiza compras online. Portanto, é para esse público que você deve direcionar sua comunicação na hora de vender!

millennials-blog-projecttus

Conflito entre gerações

Antigamente, o que reinava eram os comerciais apelativos e as propagandas super elaboradas, hoje o foco é totalmente o contrário. As táticas persuasivas e o famoso “papo de vendedor” não funcionam mais na publicidade. Os millennials desconfiam desse tipo de propaganda e não consomem uma marca sem dar um Google antes. 

New Zealand Pizza GIF - Find & Share on GIPHY

A internet também influencia na logística de compra. O millennial não tem tempo nem vontade de andar procurando o produto que quer, sendo que pode comprar o mesmo produto mais barato e diretamente de seu sofá. Essa rapidez na hora de finalizar a compra, junto com forma imediata como as coisas acontecem na internet, cria a necessidade de uma entrega igualmente rápida. Por isso que as empresas com entrega dentro de horas, sistema de compra e retirada, além dos apps de delivery têm se destacado muito no mercado.

Impacto no consumo online

Vender especificamente para os millennials não é uma tendência, é algo que sua empresa precisa fazer agora mesmo. Essa geração tem dominado o mercado e realmente ditado a forma de consumo. Pra você ter ideia, o consumo anual deles ultrapassa os 600 milhões de dólares. Sendo que dessas compras, 74% desse grupo afirma que comprar em uma loja online é mais prático do que comprar fisicamente (NZN Intelligence).

Atypical GIF by NETFLIX - Find & Share on GIPHY

Essa praticidade que já faz parte de sua natureza, acaba refletindo e requisitando que todas as outras áreas de sua vivência sejam igualmente práticas. Como, por exemplo, comprar pelo mobile, algo que já se tornou preferência na hora de adquirir produtos online. Segundo um levantamento da Mobile Time com a Opinion Box, 85% dos consumidores com smartphones já realizaram uma compra através dele. Isso se torna fácil, já que esse aparelho sempre está em nossas mãos. Um outro estudo ainda mostrou que 80% dos millennials dormem com os seus celulares ao lado de suas camas. Prontíssimos para comprar!

85% dos consumidores com smartphones já realizaram uma compra através dele.

Mas, apesar dos millennials consumirem mais, também estão bem mais exigentes e têm recomendações específicas para as marcas:

blog-millennials-projecttus

Os millennials se importam com a experiência

Uma outra preocupação dessa geração é a experiência. Eles não se contentam apenas com um produto, eles anseiam por uma marca que proporcione experiências não só no produto final mas durante toda a compra. Até mesmo o site tem que fornecer essa experiência na hora da compra, desde o layout até o checkout. Se o site não fornecer isso, o cliente não vai chegar nem perto de fechar a venda. O que também significa prejuízo para a empresa.

Excited Shopping GIF by YoungerTV - Find & Share on GIPHY

Ao falar de experiência, lembramos de algumas marcas que têm sido exemplares em fornecer isso ao usuário: a Nubank e a Doritos, por exemplo.

Nubank

A Nubank, por exemplo, surgiu para mudar o ponto de vista dos usuários sobre negócios bancários e hoje já é uma dentre os poucos unicórnios brasileiros. A fintech inovou em seus processos, proporcionando verdadeiras experiências em processos antes tão comuns e banais ao usuário. Quando você solicita o cartão de crédito, o recebimento do mesmo já é sensacional. Uma inovação em algo tão simples mas que, desde o início, já nutre o relacionamento com o cliente. 

O banco focou em inovar os processos através de tecnologia e da comunicação com o usuário, e acertaram em cheio a geração dos millennials. Eles foram o público perfeito para auxiliar no crescimento da fintech, porque confiam em negócios 100% online e procuram essa inovação e proximidade das marcas.

Reprodução: Jornal Contábil

Doritos

Caso você trabalhe com venda de produtos online, uma outra marca referência que conquistou os millennials é a Doritos. Esse salgadinho já é velho conhecido de todos, mas tenho certeza que não é seu sabor que conquista fãs: mas é a experiência que o produto proporciona. 

Um marca não é só o produto, mas é todo valor agregado. No caso da Doritos, eles vendem algo radical, rock’n’holl, cheio de possibilidades. O Instagram da Doritos Brasil comunica exatamente isso, veja:

Reprodução: Instagram/Doritos

Isso não é algo que só a Doritos pensou em fazer, mas é mais uma tendência que sua marca precisa seguir: segundo um estudo realizado pela JP Morgan, os millennials gastam 34% de seus salários com experiências, totalizando 6% a mais do que a geração anterior. 

Como vender para millennials

Para você alinhar sua estratégia agora mesmo com esse público, preparamos algumas dicas:

1. Presença forte nas mídias sociais

Esse é um passo indispensável! As redes sociais representam hoje, o local onde os jovens não conseguem passar mais que 5 horas longe (Qualtrics e Accel). É lá que eles pesquisam uma marca antes de consumir e engajam com o conteúdo passado pela mesma. A We Are Social com a Hootsuite divulgou em um estudo, mostrando que 62% da população brasileira está ativa nas redes sociais. Sem dúvidas, é o melhor local para investir.

2. Falar a mesma linguagem do seu público

Quando o assunto é linguagem, as pessoas tendem a generalizar e considerar apenas a linguagem formal e as gírias. Esquecendo-se totalmente do quanto a língua é rica e possui diversas variáveis que podem se encaixar corretamente com seu público. O mesmo se aplica a sua marca. Como é seu público? Como ele se comunica? Use a linguagem e a comunicação para criar um relacionamento mais próximo com seu público. Mescle a linguagem usada por seu público com seus ideais, sem perder sua identidade. Os millennials se identificam muito rápido com marcas com uma linguagem mais acessível, que gera uma proximidade com a marca. Não tem falhas em se aproximar deles com a linguagem!

3. Estratégias de relacionamento

Comentamos sobre a linguagem, que é uma estratégia poderosa na hora de criar um relacionamento com os millennials. Mas isso pode ser construído de outras formas também: mail marketing, múltiplos canais de atendimento, branding e até mesmo o timing das coisas. Isso é algo super aproveitado pelo iFood, por exemplo. Em todos seus canais de comunicação, eles aproveitam os memes mais falados, os assuntos que são topics trends, e até mesmo o clima da cidade. A última campanha que chamou muita atenção foi a ativação com a Globo, fazendo uma match entre iFood e os bolos da Maria da Paz – personagem famosa da novela Dona do Pedaço:

Reprodução: Twitter/iFood

4. Produza conteúdo

Os millennials consomem muito mais conteúdo que as outras gerações. O consumo desse conteúdo reflete muito no processo de compra: antes de tomar qualquer decisão de compra, ele procura na internet tudo sobre o produto. É também por esse motivo que os vídeos de unboxing e resenha de produtos cresceram tanto e fazem tanto sucesso com essa geração, eles entregam informações que podem refletir na decisão do comprador. E você não precisa só utilizar vídeos para falar de seus produtos, mas pode utilizar o blog e até mesmo o próprio Instagram para produzir conteúdos super diferentes e que agreguem a sua marca.

Há várias marcas que fazem isso, associando seus produtos com um significado maior. Por exemplo, a Coca-Cola é um refrigerante, mas vende alegria e produz conteúdo em cima disso, como cobertura de show, por exemplo. Já a Red Bull, marca de energéticos, aposta na produção de conteúdos relacionados à atividades radicais – que demandam bastante o que? Energia. Exatamente o que elas vendem.

Reprodução: Instagram/Red Bull

5. Layout responsivo

Como falamos anteriormente, o celular é o meio preferido para o millennials realizarem suas compras. O layout responsivo acaba sendo uma necessidade para essa geração, não tem nem como pensar na não existência dele. De repente, o usuário encontra um Instagram super atrativo, dinâmico, se interessa pelo produto, entra no site através do mobile para realizar a compra e o carregamento é lento, acabando com a boa experiência que vinha sendo construída.

6. Antecipe perguntas

Essa geração está com a informação em suas mãos e tem sede de cada vez mais. Como já dissemos, os millennials tendem a pesquisar ao máximo sobre algo antes de comprar. Pensando nisso, antecipe e responda qualquer pergunta que alguém pode ter, antes mesmo da pergunta ser realizada. Para isso, inclua o máximo de informações em suas redes, site e no cadastro do produto. Dê tudo isso antecipadamente, porque o millennials preferem ler mais do que ter que entrar em contato para tirar dúvidas.

Quer vender mais? Siga essa estratégia e direcione sua venda de forma assertiva!

foot-projecttus

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, com dicas e artigos do mundo dos negócios on-line.

Mais do nosso blog

Ver todos os posts