fbpx

Sites responsivos| Eles são realmente necessários?

Você sabe o que é um site responsivo?

Também conhecido como site flexível, o site responsivo é quando o site automaticamente se encaixa no dispositivo do usuário (PC, celular, tablet, etc).
A aparência e disposição é modicada com base no tamanho da tela em que o site é exibido.
Ou seja, se o usuário tem uma tela pequena, os elementos se reorganizam para lhe mostrar as coisas principais em primeiro lugar.

Em smartphones, a navegação e experiência do usuário fica difícil e limitada tendo que usar recursos de zoom in e out para ler a página na integra. Outros detalhes como botões e menus ficam desformatados pois não foram feitos para esse dispositivo ou resolução.

Veja um site responsivo exibido no formato desktop (PC e notebook), celular e tablet:

imagem

Afinal de contas, é mesmo necessário ter um site responsivo?

O Google lançou uma campanha chamada #MobileMadness, onde a compatibilidade de um site com dispositivos móveis se tornará um fator de classificação nos resultados de buscas do Google. Hoje é fundamental que o site seja responsivo pela experiência de navegação que deve passar para o usuário e também para ficar adequado aos buscadores e aumentar a relevância.

Entenda na prática…

Se você trabalha com vendas e o seu site está com uma navegação difícil, hoje você perde no mínimo 30% (e isso vai aumentar!). O mercado web é muito dinâmico com muitas variáveis, sendo assim, se o usuário esperar muito para abrir o site ou ficar com restrições para navegar e fechar o navegador e busca outro mais fácil.

Como testar um site responsivo?

Existem dezenas de sites que simulam várias resoluções de telas para você testar o seu site como por exemplo o Responsive Design Checker. O Google também possui um site (clique aqui) para você fazer um teste de compatibilidade com dispositivos móveis.

Algumas outras características do site responsivo:

– O design responsivo se expande de forma fluida, enquanto projetos de adaptativos ficam presos à medida que você expande um navegador ou janela.

– À medida que o tamanho da tela se torna menor, o conteúdo do website vai tomando mais espaço vertical e qualquer coisa abaixo dele vai sendo empurrada. Isso é chamado de “fluxo.”

– “Breakpoints” (pontos de quebra em inglês) permitem que o layout mude em pontos pré-determinados. Por exemplo: no desktop o website possui 3 colunas, mas no dispositivo móvel apenas 1.

– O design responsivo utiliza elementos em espaços pré-definidos. Com esses elementos, é possível fazer com que os elementos na tela se adaptem à uma tela que estiver encolhendo ou expandindo de maneira uniforme.

– Às vezes é ótimo que o conteúdo ocupe toda a largura da tela, como em um dispositivo móvel. No entanto, faz menos sentido que o mesmo conteúdo se estenda por toda a largura da tela da TV, por exemplo.

– Tecnicamente não há muita diferença se um projeto começa em uma tela pequena e vai para uma tela grande (mobile primeiro) ou vice versa (desktop primeiro). No entanto, se você começar primeiro pelo smartphone, o projeto adiciona limitações extras e ajuda a tomar determinadas decisões.

E aí, se interessou pelo assunto e quer um site responsivo?

Entre em contato conosco e faça um orçamento. Temos uma equipe especializada que pode te ajudar! 😉

Fonte: Comersite

Últimos posts publicados

View all projects

5 tendências do e-commerce para você ficar atento em 2021

Que 2020 foi um ano intenso e cheio de transformações nós já sabemos. Essas transformações vieram…
Leia mais

Calendário Projecttus 2021: o planejamento que faltava para fazer o seu e-commerce decolar

O ano de 2020 está quase no fim e, após tantas realizações, pensamos em compartilhar com…
Leia mais

Os 10 conteúdos que mais ajudaram nossos clientes em 2020

2020 foi, com certeza, um ano de muitos desafios. Isso não gera mais dúvidas. As mudanças…
Leia mais

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, com dicas e artigos do mundo dos negócios on-line.

Mais do nosso blog

Ver todos os posts