fbpx
Greve dos correios: como não deixar que ela afete o seu e-commerce

Greve dos correios: como não deixar que ela afete o seu e-commerce

Na última segunda-feira (17) entraram em greve cerca de 100 mil funcionários dos correios em todo o Brasil. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios (Fentec), não há prazo para o fim da paralisação – esta afetará o e-commerce como um todo, além das encomendas e faturas. Embora a pandemia tenha trazido problemas para todos os setores, os correios são um dos mais afetados e os trabalhadores protestam pela falta de medidas adequadas para proteção dos empregados em meio a crise de saúde pública causada pelo novo coronavírus.

O isolamento social fez com que as compras online aumentassem significativamente, mesmo com as reclamações – as quais, só no estado de São Paulo, aumentaram 541% durante a pandemia – dos consumidores para com os serviços prestados pelas empresas dos correios. Com a greve, o comércio na internet e as lojas virtuais podem ser os mais prejudicados, visto que dependem das empresas para entregarem as encomendas a seus consumidores.

E quais as obrigações do e-commerce em meio à greve?

As empresas que vendem com entregas pelos Correios são responsáveis por encontrar outra forma para que os produtos sejam entregues no prazo e cheguem até os seus clientes. Por isso, é melhor aumentar o prazo da entrega e informar aos seus clientes que a greve afeta diretamente o despacho das mercadorias, por isso o produto pode demorar mais a chegar.

Frete grátis

Para não perder clientes, talvez você precise arcar com o custo das entregas por um período, pois isso conquista o consumidor e faz com que ele continue comprando, mesmo com prazos longos para receber o produto em casa. Neste caso, você também irá aumentar o prazo de entrega e, assim, pode manter ou até aumentar as suas vendas mesmo na greve.

Diminua os incentivos da modalidade PAC

Com a greve, os serviços fornecidos pela PAC são os mais afetados. Mas você pode driblar essa paralisação e cortar os incentivos para o cliente escolher o PAC. Para isso, você vai precisar aumentar os preços do envio via PAC (a maioria das plataformas de e-commerce permite fazer isso sem qualquer dificuldade e, geralmente, há um campo para preencher o valor do frete.

Ofereça descontos

Diminuindo os valores do frete, você ainda pode adicionar um desconto para oferecer melhores condições a seus clientes. É melhor diminuir um pouco a margem de lucro do que perder consumidores ou, em vez disso, ganhar reclamações sobre atrasos e outras queixas no seu SAC.

Opte por transportadoras

Se for viável para seu negócio, troque os correios por transportadoras. Existem algumas que prestam esses serviços:

  • Total Express
  • Directlog
  • Jadlog
  • Ibex Logística

Últimos posts publicados

View all projects
Transforme o seu negócio em um e-commerce em 6 passos

Transforme o seu negócio em um e-commerce em 6 passos

Os hábitos do consumidor mudam constantemente por inúmeros fatores. Na pandemia, esse movimento é acelerado, fazendo…
Leia mais
Descubra como o Marketing Mix Modeling pode transformar suas métricas e maximizar os resultados do seu e-commerce

Descubra como o Marketing Mix Modeling pode transformar suas métricas e maximizar os resultados do seu e-commerce

A pandemia do novo coronavírus transformou as relações de consumo e o comportamento do consumidor em…
Leia mais
Quatro dicas que vão dobrar a taxa de conversão do seu e-commerce

Quatro dicas que vão dobrar a taxa de conversão do seu e-commerce

Um estudo de caso realizado pela Zendesk mostrou, no seu último relatório de benchmark, que a…
Leia mais

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, com dicas e artigos do mundo dos negócios on-line.

Mais do nosso blog

Ver todos os posts