Inbound Marketing | Afinal, o que é? Para que serve? – Pt. 2

Formas de se fazer Inbound Marketing:
Existem inúmeras e, talvez infinitas formas de se praticar essa forma de marketing. Como o foco está em produzir e compartilhar conteúdo atraente conheça alguns formatos:

• Publicação de posts de blog;
• Divulgação de Infográficos;
• Ebooks e Whitepapers;
• Webinars e Podcasts;
• Relações Públicas;
• Questionários;
• Guest posting;
• Social Bookmarking;
• Fóruns online;
• Vídeos online;
• Marketing em Comentários;
• E-mail marketing;
• SEO;
• Conteúdo em Mídias Sociais;
• Estratégias em Blogs;

“Diferente do marketing e da publicidade tradicional, o Inbound Marketing atrai, ao invés de interromper. Ele se inclina a melhoria seu negócio, propriamente dita, e não na captação direta de clientes. Em contrapartida, eles acabem sendo atraídos pelo que marca cria e divulga”.

7 Razões para adotar o Inbound Marketing em sua empresa
1. Empresas que executam estratégias através de blogs com conteúdo de qualidade e relevante, tendem a conquistar de tráfego, 55% a mais que sites sem blog. Isso mostra que o conteúdo estratégico aumenta potencialmente a quantidade de usuários que, de alguma forma, se relacionarão com a marca.
2. Cerca de 70% dos usuários de internet clicam em links resultados de busca orgânica, ao invés de anúncios pagos. Esse dado deixa claro que o SEO tem muita importância para o bom posicionamento de uma companhia, produto ou serviço na internet.
3. O bom relacionamento criado com o visitante através do Inbound faz com que ele se torne um fã da marca, vindo a divulgar seus pontos fortes. O motivo é claro: se ele percebe a qualidade e a relevância do que é oferecido, irá, de forma natural, promover a marca por uma questão de confiança.
4. Muitas empresas relatam que aproximadamente 57% dos contatos de clientes online adquiridos vieram dos blogs.
5. Atualmente, estar presente nas redes sociais é imprescindível. Cerca de 66% dos gerentes de marketing acreditam que o blog, é, de fato, importante para a empresa. Além do mais, 83% dos gestores afirmam que a presença no Facebook é essencial.
6. O Inbound Marketing permite identificar com mais precisão quem está interessado nos produtos e conteúdos, ou seja, quem é o público alvo e como satisfazê-lo.
7. O Inbound Marketing irá se tornar indispensável (já está acontecendo) em poucos anos, pois a evolução da sociedade, e automaticamente do mercado, mostra que é necessário um comunicação direta e precisa com o cliente, atraindo, hora certa, quem realmente está interessado na marca.

4 ações de Marketing: 

Atração → Ninguém deseja qualquer tráfego em sua plataforma, pois obviamente, o tráfego certo é o que gera resultados. Quem são e como encontrar essas pessoas certas? Nessa etapa é muito importante definir e conhecer quem são as personas.
E definir personas é abranger os objetivos, desafios enfrentados, dificuldades, objeções comuns, e também informações pessoais e demográficas compartilhadas entre todos os indivíduos deste grupo. Esses personagens definem as pessoas que estão em torno do seu negócio.
No Inbound Marketing, as ferramentas mais usadas para a atração dos usuários certos para o seu negócio digital são:

• Blog – O marketing de atração quase sempre começa com blog. Este tipo de plataforma é, sem dúvidas, a melhor forma de atrair novos visitantes para o site principal. Então, basicamente, para ser encontrado por seus potenciais clientes, você precisa criar conteúdo educacional de qualidade que fale o que eles querem e precisam ouvir. O blog é o melhor canal para fazer isso.
• Mídias Sociais – Na ordem, geralmente, as mídias sociais ficam após o blog, pois tudo o que é postado nele, deve ser compartilhado nas mídias sociais. Esta é uma forma perfeita de envolver os usuários, humanizando, de certa forma, a marca. Interaja com seus consumidores nas redes!
• SEO/Palavras Chave – É comum que os consumidores iniciem o processo de compra on-line usando os mecanismos de busca (Google, Bing, Yahoo) para encontrar o que precisam. Por essa razão, você precisa garantir que seu site apareça em destaque nas buscas. As técnicas de SEO são indispensáveis nesse quesito, mas é preciso cuidado ao escolher os termos de busca (palavras chave), otimizar as páginas, criar o conteúdo e agregar links em torno do que os usuários estão buscando.
• Sites – Seu site merece um cuidado especial na fase da atração. Usando uma comparação, o site precisa realmente “falar” com seus potenciais compradores. Então, faça com que sua plataforma seja uma fonte valiosa de conteúdo. Isso vai atrair as pessoas para seu negócio digital!

Conversão → A segunda fase acontece quando os visitantes já estão no site. O objetivo agora é convertê-los em clientes. A melhor forma é coletar informações de contato, como nome e email. Essas informações são de grande importância para a estratégia de Inbound Marketing.
Aqui entra uma informação básica, mas essencial: Para que os visitantes lhe forneçam os dados, você deve oferecer algo em troca. Novamente temos a presença do conteúdo, principalmente de materiais ricos, como ebooks, documentos, podcasts, dicas exclusivas ou qualquer informação que agregue valor ao visitante e futuro cliente.
Confira algumas ferramentas importantes na conversão de visitantes para clientes:
Call to Action: Trata-se de botões ou links que conduzem os visitantes a ações, como o fazer um download de um ebook. Se você não providencia essas chamadas para ação ou se suas chamadas não são suficientemente atraentes, a geração de clientes não acontece.
Landing Pages:  Quando o visitante do site clica em algum Call-to-Action, é enviado para uma página de destino. Essas são as Landing Pages, o local onde a oferta anunciada se torna real. É nesse momento que as informações do lead são enviadas para que você ou sua equipe de vendas inicie uma conversa com ele.
Formulário:  Essa ferramenta agrega-se a anterior, pois para que os visitantes se tornem clientes em potenciais, precisam preencher um formulário e ceder as informações necessárias, e o formulário tem esse objetivo. Seja o mais simples possível, não faça muitas perguntas, solicitando apenas o essencial, para que o visitante não desista antes do fim.
Contatos: Após receber as informações dos visitantes, você precisa convertê-las em um banco de dados organizado. As listas são determinantes para a continuação do processo de comunicação e para a venda propriamente dita.

Fechamento → E aqui, a terceira etapa do processo: o fechamento. Agora que você já atraiu os visitantes certos e converteu-os corretamente em leads, precisa transformá-los em clientes, de fato. Mas como fazer isso de forma efetiva?
Veja as ferramentas usadas nessa fase:
• E-mail – Vamos supor que você tenha um cliente que fez o cadastro, tornou-se um lead, mas ainda não está pronto para a compra. O que fazer com ele? A ideia é alimentar a comunicação com ma série de e-mails com conteúdo útil e relevante. Construindo assim, a confiança da empresa com ele. Até que ele fique convicto que pode comprar com você. Aprenda tudo sobre e-mail marketing neste post.
• Automação de Marketing – Esta fase envolve a criação de emails adaptados às necessidades do lead, bem ao estágio do ciclo de vida dele com a empresa. Explicando, se um visitante baixou um ebook sobre um determinado tema da sua empresa há seis meses, você pode enviar uma série de e-mails relacionados ao que foi tratado no formato. Mas se por acaso ele conheceu seu trabalho no Facebook e visitou algumas páginas do seu site, você pode mudar a abordagem para elucidar interesses diferentes, conduzindo-o a compra.

Fidelização→ Cada etapa do Inbound marketing tem sua importância, mas essa fase da fidelização é especial. É aqui que você ganha o cliente! Mesmo que ele já tenha adquirido seu produto, não caia na besteira de abandoná-lo e perdê-lo para o concorrente. Empresas relevantes continuam se envolvendo, encantando e transformando sua lista de clientes em fãs e divulgadores de seu negócio.
As ferramentas usadas para encantar e fidelizar clientes incluem:
• Personalização do seu site – Alteram a usabilidade do seu site de acordo com o ciclo de vida do cliente.
• Mídias Sociais – O uso das plataformas de mídias sociais trás diversas oportunidades de atender ao cliente em tempo real. Dê atenção a esses canais em sua ação de Inbound Marketing.
• Email Marketing e Automação – Direcionar conteúdo de alta qualidade para os clientes fiéis irá ajudá-lo a alcançar grandes resultados. Seja na introdução de novos produtos e recursos que de interesse deles, ou até mesmo na venda de outros produtos ainda não adquiridos.

Temos a certeza de que, seguindo essas dicas, sua empresa e seus clientes irão ter um retorno muito maior sobre os serviços prestados.

 

  • Share this post
Previous Post Next Post

Leave a Reply

Your email address will not be published.  Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.